Remo perde para o Botafogo, mas segue no G4

20/06/2017

O Leão bem que tentou, mas amargou mais uma derrota no Campeonato Brasileiro da Série C. Jogando fora de casa, contra o Botafogo-PB, o Clube do Remo sofreu com a expulsão de um jogador logo no começo e perdeu pelo placar de 3 x 2.

O Belo saiu na frente com gol contra do zagueiro Igor João. O empate remista, ainda no primeiro tempo, veio com Nino Guerreiro. Roger Gaúcho e Magno aumentaram para os donos casa. Igor João descontou e decretou placar final.

Mesmo com a derrota, Remo se manteve no G4 da Terceirona.

O próximo desafio será no sábado (24), às 18h, diante do Moto Club-MA, no Mangueirão, em Belém.

 

O JOGO

O Clube do Remo sofreu para sair com um empate nos primeiros 45 minutos de partida contra o Botafogo-PB.

Em jogo marcado por polêmicas, a superioridade técnica foi dos donos da casa.

O Leão até esboçou certa pressão nos primeiros minutos, mas o ímpeto ofensivo não durou muito tempo e o Belo aos poucos foi controlando a posse de bola, criando as principais oportunidades de gol.

E o primeiro gol da noite veio logo aos três minutos: em cruzamento para a área do Clube de Periçá, Dico chutou na sobra da defesa, mas a bola bateu em Igor João e “matou” o goleiro Vinicius, que não teve como defender. 1 a 0.

O cenário ficou ainda mais favorável ao Belo quando o volante Tsunami, em uma disputa de bola no meio de campo, acabou acertando o rosto do adversário. O árbitro não titubeou e mostrou o cartão vermelho para o volante remista.

Já na marca dos 45 minutos, em contra-ataque com Gerson e Eduardo Ramos, a bola teria batido no braço do zagueiro botafoguense dentro da área. O árbitro marcou pênalti.

O atacante Nino Guerreiro cobrou e deixou tudo igual no placar, que se manteve até o intervalo. 1 a 1.

Mas não deu tempo para o torcedor se acomodar nas arquibancadas, pois o Botafogo-PB chegou ao segundo gol no primeiro minuto, com o meia Roger Gaúcho, que recebeu passe de Rafael Oliveira e colocou novamente o time paraibano na frente. 2 a 1.

O segundo gol deu tranquilidade para o Belo, mas com um chute de Magno, de muito longe, o goleiro Vinicius bem que tentou, mas acabou aceitando e ampliando a vantagem do Belo. 3 a 1.

Em desvantagem no placar e dentro de campo, os azulinos foram para o “tudo ou nada” e encostaram de novo no placar.

Em cruzamento de escanteio, Igor João chegou antes que a marcação e marcou o segundo do Leão. 3 a 2.

A equipe de Oliveira Canindé pressionou, mas não conseguiu furar a defesa do adversário e saiu de campo com mais uma derrota.

Fonte: www.radioclubedopara.com.br

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.