Com um a menos, Remo empata e se garante no G4

04/07/2017

O Clube do Remo ficará mais uma rodada no grupo dos quatro primeiros colocados no Campeonato Brasileiro da Série C. Contra o Sampaio Corrêa-MA, no Maranhão, o Leão saiu atrás, teve jogador expulso, mas buscou o empate no final do segundo tempo, que garantiu o Clube de Periçá G4.

Os gols só saíram no segundo tempo de partida. O Sampaio abriu o placar em pênalti cometido por Tsunami, que Marlon cobrou e colocou no fundo da rede. O empate remista veio com Gabriel Lima, aos 40 minutos da etapa final, que garantiu o resultado. 1 x 1.

Agora, os azulinos chegaram aos 12 pontos, se mantendo na quarta colocação. A chance de subir ainda mais na tabela será na próxima rodada, no sábado (8), às 18h, no Mangueirão, contra o Salgueiro-PE.

O JOGO: Sampaio e Remo fizeram um jogo abaixo da média no primeiro tempo de partida. Com muitos erros de passes e pouco perigo de gol para os goleiros, o torcedor que foi ao Castelão sofreu com um espetáculo ruim para os dois lados no gramado.

No lado remista, a nova formação com três volantes deixou o time pouco agressivo. Eduardo Ramos e Edgar eram as únicas alternativas ofensivas, enquanto o estreante Luiz Eduardo ficou muito isolado e pouco participou efetivamente.

No Sampaio, o domínio da posse de bola não se materializou em gol. Apesar de alguns bons lances individuais dos homens de ataque, a defesa azulina se segurou bem e neutralizou o poder de fogo maranhense na maior parte do tempo.

No final, o Remo ainda esboçou ser perigoso no contra-ataque, com algumas arrancadas de Eduardo Ramos, mas nada que fizesse o placar mudar.

No segundo tempo, o Sampaio veio mais ofensivo e disposto a fazer o resultado. Jogando pelo contra-ataque, o Clube do Remo ainda tinha em Edgar a válvula motora que fazia o time criar algum perigo ao adversário.

A Bolívia Maranhense, então, atacou com o meia Felipe, que ganhou de Tsunami e foi derrubado pelo defensor remista dentro da área. O volante Marlon cobrou e não deu chances ao goleiro Vinicius. 1 x 0.

Para completar o quadro desfavorável, o lateral Léo Rosa cometeu falta dura no jogador adversário e recebeu o segundo cartão amarelo, deixando o Leão com um a menos em meados da etapa final.

A partida se encaminhava para o final quando Oliveira Canindé colocou Gabriel Lima e tirou Eduardo Ramos. A mudança deu certo e o treinador foi coroado com um belo gol do menino da base remista, que saiu de cara com o goleiro Alex Alves e colocou na rede. 1 x 1.

Quando o árbitro apitou, vaias da torcida do Sampaio e sentimento de dever cumprido entre jogadores do Remo.

FICHA TÉCNICA:

Sampaio Corrêa: Alex Alves; Roniery, Carlos, Maracás e Esquerdinha; César Sampaio, Diego (Reginaldo), Marlon (João Victor) e Hiltinho; Felipe Marques (William) e Isac

Remo: Vinicius; Léo Rosa, Leandro Silva, Bruno Costa e Tsunami; João Paulo, Ilaílson, Labarthe (Flamel) e Eduardo Ramos (Gabriel Lima); Edgar (Pimentinha) e Luiz Eduardo

Estádio: Castelão, São Luís (MA)

Árbitro: Renato Cardoso da Conceição

Auxiliares: Luiz Antonio Barbosa e Breno Rodrigues

(DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.