Paysandu vence o Guarani e respira na tabela da Série B

27/09/2017

Não foi fácil, mas o Paysandu voltou a vencer em casa e respirou na tabela do Campeonato Brasileiro da Série B. Contra o Guarani-SP, na noite desta terça-feira (26), os bicolores saíram atrás no placar, mas conseguiram a virada por 2 x 1.

O Bugre campineiro saiu na frente ainda no primeiro tempo, com Bruno Nazário. O Papão conseguiu o empate também na primeira etapa, com Bergson, de pênalti. No final do segundo tempo, Diego Ivo, de cabeça, marcou o gol da virada. 2 x 1.

O resultado levou o Paysandu aos 33 pontos, para a 12ª colocação. Na sexta-feira (29), os bicolores vão até o Rio Grande do Sul (RS), onde enfrentam o Juventude-RS, às 21h30.

Jogo igual e empate no placar: O Paysandu fez um primeiro tempo abaixo do esperado contra o Guarani-SP. Apesar de um começo muito ruim, porém, o clube alviceleste conseguiu reação e desceu para o intervalo pelo menos com um empate no placar.

O Bugre campineiro, que veio a Belém depois de ser goleado em casa, não se defendeu e logo abriu o placar. Em jogada de contra-ataque, o lateral Kevin mandou cruzamento à feição para Bruno Nazário mostrar oportunismo e abrir o marcador. 1 x 0.

Após tomar o gol, o time bicolor passou a errar muitos passes e irritou o torcedor. Se não fosse a falta de pontaria do adversário, o segundo gol ainda poderia ter saído.
O alívio para a Fiel veio quando Guilherme Santos recebeu passe de Diogo Oliveira e sofreu pênalti. O atacante Bergson foi para a cobrança e converteu, anotando seu oitavo gol na Série B do Brasileirão. 1 x 1.

O empate fez bem ao Papão, que foi para cima e dominou os minutos finais de primeiro tempo, mas faltou relógio para que a virada viesse antes do intervalo de partida.

Partida tensa e vitória bicolor: No segundo tempo, o Paysandu passou a ser mais efetivo no ataque e pressionou a saída de bola do Guarani-SP desde o começo. Já a equipe visitante recuou, gastou o tempo e passou a apostar em esporádicos contra-ataques.

Para facilitar ainda mais a vida do Bicola, o lateral Salomão, do time paulista, cometeu falta dura e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. Com um a menos, a equipe comandada por Marcelo Cabo recuou ainda mais, dando muito ataque ao Papão.

O jogo se arrastou sofrido até a reta final, com chances desperdiçadas e muita tensão. Mas, após cobrança de escanteio, o zagueiro Diego Ivo, que não estava 100% na parte física, subiu mais que a defesa e colocou no fundo da rede. 2 x 1.

No final do jogo, vitória bicolor, festa da torcida e semana de trabalho tranquila até o próximo confronto.

FICHA TÉCNICA:

Paysandu: Émerson; Ayrton, Perema, Diego Ivo e Guilherme; A. Recife, Nando Carandina (Jhonnatan), Rodrigo Andrade (Magno) e Diogo (Juninho) ; Bergson e Marcão.

Guarani: Vagner; Kevin, Jussani, Ewerton Páscoa e Salomão; Baraka, Evandro, Bruno Nazário (Gabriel Leite) e Paulinho (Caíque); Rafael Silva (Léo Rigo) e Eliandro

Estádio: Curuzu, Belém (PA)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto

Auxiliares: Marcio Eustaquio S Santiago e Celso Luiz da Silva

(DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.