De acordo com jornalista carioca, Paysandu e Fluminense fecharam acordo e atacante Peu

11/12/2017

A diretoria do Paysandu, como já se poderia esperar, não confirma, mas, de acordo com matéria publicada em um site do Rio de Janeiro, o clube paraense já teria acertado a contratação do zagueiro Derlan e do atacante Peu. Os atletas pertencem ao Fluminense-RJ e estariam vindo para a Curuzu numa parceria entre os clubes. Os vínculos dos atletas com o Papão, de acordo com o texto assinado pelo repórter Caio Blois, teriam, inicialmente, a duração de apenas seis meses, mas poderiam se estender até o final de 2018.

Em Belém, a assessoria do Papão, procurada que foi pela reportagem, não confirmou a negociação entre os clubes e os atletas. “Até agora não nos passaram nada sobre isso”, informou o assessor Jorge Luis Totti. Ainda segundo o texto do site, a direção do Tricolor das Laranjeiras pretende que os dois jogadores, assim como Nogueira, cedido ao Figueirense-SC, possam estar na vitrine do Brasileiro este ano. O esquema para a vinda dos jogadores inclui o pagamento dos salários de Derlan todo ele bancado pelo Fluminense, enquanto o do atacante correrá por conta do campeão paraense.

Destaque do Fluminense Samorin, filial eslocava do Tricolor, em 2016, Peu recebeu chances com o técnico Abel Braga. Artilheiro na Eslováquia com 23 gols em 32 partidas, ele também teve passagens por Avaí, Legia Varsóvia (Polônia), Santos Laguna (México) e Metropolitano-SC. Apesar do acerto com o atacante tricolor, a direção alviceleste continua centrando fogo na renovação contratual do atacante Bergson, que, segundo o pai e procurador do atleta, Efraim Mendonça, terá sua situação resolvida na próxima semana.“Com toda a certeza na próxima semana vamos colocar um ponto final nessa questão. Vamos resolver de uma vez por todas qual o clube que ele vai defender”, prometeu Efraim. O Papão deverá fechar a aquisição de 13 a 14 novos jogadores para recompor o seu elenco, com vistas ao Estadual e Copa Verde, competições do primeiro semestre.

(Nildo Lima/Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.