Sem alarde, Papão tenta renovação de atletas que tiveram boa temporada

12/12/2017

O Paysandu, ao que tudo indica, segue negociando a renovação de contrato dos volantes Nando Carandina e Renato Augusto, além do atacante Magno, jogadores que são pretendidos pelo técnico Marquinhos Santos, com vistas à temporada 2018. O Papão também tem interesse na volta do artilheiro Bergson, autor de 28 gols este ano, mas esta é uma negociação que é tratada à parte entre o executivo do clube, André Mazzuco, e o pai e procurador do atleta, Efraim Mendonça.

As negociações com os jogadores correm de forma sigilosa e, segundo a assessoria do clube, só serão anunciadas oficialmente após o desfecho dos entendimentos entre dirigentes e representantes dos atletas. Como tem feito há algum tempo, o clube deverá anunciar em breve se os atletas ficam ou não na Curuzu por intermédio da página do clube na internet. “Vamos manter o mesmo sistema que vem sendo feito de divulgar todas as contratações ou renovações pelo site”, afirmou o presidente Tony Couceiro, em recente coletiva à imprensa, no estádio bicolor.

Segundo o presidente, as primeiras conversações com os agentes dos jogadores tiveram saldo positivo. “As negociações estão bem encaminhadas”, assegurou, no mesmo encontro com a imprensa. O caso de Bergson, no entanto, é o mais delicado. Além da proposta que recebeu do Paysandu, o goleador tem, conforme seu pai, convite de pelo menos outras três equipes do futebol brasileiro. “São quatro propostas, incluindo a do Paysandu, que estamos avaliando com muita calma”, contou Mendonça.

BERGSONSe é mesmo verdade que quatro clubes disputam a preferência para ter o atacante Bergson (foto no detalhe) em 2018, um deles certamente não é o Botafogo-RJ. O clube da estrela solitária até chegou a anunciar oficialmente o interesse no atleta, mas acabou saindo do páreo após a pedida que teria sido feita pelo pai e procurador do atleta. O valor da pedida não chegou a ser divulgado oficialmente pelas partes, mas as especulações são de que o atleta, por intermédio de seu agente, teria exigido salário de R$ 80 mil, valor considerado alto pelos alvinegros.

Agora, o Bota ratifica o desinteresse no atleta, fixando a busca de outros atacantes. O clube carioca chegou a sondar Rafael Moura, que também já passou pela Curuzu, em 2005, mas as negociações não andaram dentro do esperado. Em função disso, os alvinegros voltaram suas atenções para os atacantes Gilberto, ex-São Paulo, e Rildo, que defendeu o Coritiba na atual temporada. Com isso fica, mais do que comprovado que Bergson não atuará mesmo pelo alvinegro em 2018. Os outros clubes interessados no atleta são o Paysandu, Vasco e, um que ganhou força nos últimos dias, o Atlético-PR.

(Nildo Lima/Diário do Pará)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.