Dewson Freitas comemora cem jogos pelo Campeonato Brasileiro

10/08/2018

Árbitro do quadro da FIFA, paraense exalta conquista pessoal e emociona-se ao recordar o início da carreira em Belém (PA)

Árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva - Atlético-MG x Botafogo - Copa do Brasil 2017

Créditos: Bruno Cantini / Atlético

O jogo entre Santos e Palmeiras, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, teve um gosto especial para Dewson Freitas. O árbitro do Pará atingiu a marca de cem jogos pelo Brasileirão. Se hoje o paraense tem status, é integrante do quadro da FIFA e está credenciado para apitar qualquer jogo de futebol no mundo, nem sempre foi assim.

Sem dinheiro para realizar um curso profissionalizante de arbitragem, ele manteve a persistência e também contou com a ajuda de uma figura importante: Pedro Alcântara Tavares. Vice-presidente da Federação Paraense de Futebol, foi ele que ajudou Dewson a alcançar o sonho. Por isso, a gratidão do árbitro paraense é enorme.

– O senhor Pedro Alcântara Tavares, foi quem me ajudou e não o esqueço. Quando eu já estava no Departamento Suburbano, o diretor falava para o Pedro Alcântara: – Olha Pedro, tem um árbitro aqui muito bom. E o Pedro dizia: – Não, deixa ele lá, quando ele for fazer o curso conosco eu vou ver se ele é bom. E desde aí ele já recebia informação minha e, depois de dois anos no quadro autônomo, apitando jogos da várzea da periferia de Belém, fui e fiz o curso. Até depois de eu me formar, ele sempre procurou estar me auxiliando nos jogos, procurava ajustar, conversar comigo a cada partida que ele ia assistir, sempre acompanhava desde o início. Depois que ele saiu da Federação ele não deixou de perguntar, ligar e falar comigo, visitava minha casa, minha mãe sempre gostou muito dele. Não gosto nem de falar que fico muito emocionado. Ele dizia assim: – Ainda vou ver você chegar na FIFA. Antes dele ir embora desse Mundo ele conseguiu ver a semente que ele plantou dar frutos – comentou Dewson emocionado.

O primeiro clássico da carreira de Dewson de Freitas foi justamente em um dos maiores palcos do futebol, o Maracanã, no dia 21 de setembro de 2014. Na ocasião, apitou o jogo entre Flamengo e Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Este momento é inesquecível para ele.

– Quero destacar o meu primeiro clássico apitado. Campeonato Brasileiro em 2014, dia 21 do nove, no Maracanã. Um a um o jogo, meu primeiro clássico, isso ai jamais vou esquecer – disse o árbitro.

Aos 37 anos, o árbitro paraense já trabalhou em oito jogos neste Brasileirão, além dos campeonatos estaduais. Dewson reiterou a honra de completar cem jogos no Campeonato Brasileiro e agradeceu pessoas importantes em sua trajetória.

– Me sinto muito honrado por atingir essa marca, não é qualquer marca, entendeu? Cem é cem, cem não é um. Ao mesmo tempo sou muito grato pela confiança que meus superiores sempre tiveram com a minha pessoa e como profissional também. Isso é muito importante, estou muito feliz, passando por um momento excepcional da carreira, mais maduro, com pé no chão e estou muito feliz mesmo. Toda essa felicidade eu compartilho com meus superiores, porque eles são os responsáveis também. Tenho mérito em questão de dedicação técnica, física, mas sem a comissão em si, todo o trabalho, passando pela psicóloga, Dr Marta Magalhães, passando pelo físico, com o Paulo Camelo, Comissão de Arbitragem, ENAF… Todos têm seu ponto nessa conquista. A gente só chega na excelência com ajustes, a cada dia que vem passando eles são responsáveis por fazer esses ajustes, então estou muito feliz e emocionado por esse momento tão especial – concluiu.

Fonte: https://www.cbf.com.br/

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.