Remo vence o Tapajós e mantém 100% no Parazão 2019

04/02/2019

 Foto: Junior Borges / Ascom Remo

No reencontro com a torcida, o Remo queria fazer bonito e precisou suar a camisa para vencer o Tapajós por 1 a 0, neste domingo (3), em jogo da primeira rodada do Campeonato Paraense de 2019, onde o resultado acabou quebrando o tabu azulino de nunca vencer o Boto na história do confronto.

VEJA COMO FOI O JOGO

Com parte do Mangueirão interditado, os azulinos não esqueceram o rival e provocaram os bicolores, pois tiveram que assistir a partida no lado B. De forma bem descontraída, os remistas usaram máscaras.

Em campo, o Tapajós chegou disposto a querer estragar a festa e o chute rasteiro de Renatinho colocou Vinicius para trabalhar.

Do outro lado, o Remo teve pouca inspiração no ataque e foi pelo alto que assustou o goleiro Jáder: Mimica cruzou e a bola passou perto de Róbson.

Geovane, que entrou no lugar de Djalma havia tentado chutes de fora da área e aos 33 minutos foi premiado pela insistência: o chute certeiro do camisa 2 parou no ângulo e fez o Mangueirão explodir: Remo 1 a 0.

Na etapa final, o Tapajós começou assustando e pelo alto assustou a torcida azulina: a primeira foi com Mariano, que cabeceou com perigo e em seguida, a defesa azulina bateu cabeça, mas o Boto não aproveitou.

Do outro lado, os azulinos tiveram alguns lances de lampejo: em um deles, Henrique chutou para o gol e a zaga santarena tirou na hora certa.

Se não deu por baixo, o jeito foi por alto e assim o Remo quase tirou o grito de gol da torcida: Mimica apareceu no meio da área e Jader fez boa defesa.

No fim do jogo só deu Tapajós, que não aproveitou as oportunidades de gol e viu o Leão vencer o segundo jogo do Parazão, o que manteve os azulinos na liderança da chave A1, com seis pontos.

Os dois times voltam a campo nesta semana, o Tapajós joga na quarta-feira (6), em Bragança, diante do Bragantino, e o Remo pega o Independente, no sábado (9).

FICHA TÉCNICA 

REMO: Vinicius; Geovane, Mimica, Rafael Jansen e Tiago Félix; Róbson, Diogo Sodré (Gustavo Ramos), Wallacer e Samuel (Welton); Henrique (David Batista) e Mário Sérgio

Técnico: João Neto

TAPAJÓS: Jader; Amaral, Henrique, Kevem e Junior; Paulinho Curuá, Fabinho, Leo Feitosa (Gustavo) e Andrezinho (Vitor Hugo); Mariano e Renato (Silvio).

Técnico: Flávio Barros

ÁRBITRO: Gustavo Ramos Melo

ASSISTENTES: José Ricardo Coimbra e Bárbara Costa Loiola

CARTÕES AMARELOS: Róbson e Gustavo Ramos (REM) ; Junior (TAP)

RENDA: R$ 409.820,00

PÚBLICO PAGANTE: 14.794

PÚBLICO TOTAL: 19.225

LOCAL: estádio Mangueirão, Belém (PA)

  • (Diego Beckman/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.