Presidente do Paysandu explica a mudança da semifinal contra o Galo para segunda-feira

01/04/2019

Ricardo Gluck Paul usou as redes sociais para explicar os motivos da mudança

Fábio Will
Cristino Martins / OLiberal

Após a última rodada do Parazão as semifinais ficaram definidas. O Remo, líder do grupo A1 vai encara o Bragantino, em jogos de ida e volta. Já o Paysandu, líder do grupo A2 e única equipe invicta do Parazão, vai jogar contra o Independente de Tucuruí, também em jogos de ida e volta. Mas a segunda partida entre Papão e Galo seria no domingo (7), mas passou para a segunda-feira (8) e o presidente bicolor explicou os motivos da mudança de data.

Ricardo Gluck Paul usou a sua conta no Twitter para esclarecer as mudanças na partida de volta da semifinal do Parazão. Segundo o presidente a logística de volta da cidade de Tucuruí para Belém e o tempo de recuperação dos atletas, foram os principais motivos para a mudança.

“FPF e FUNTELPA tiveram sensibilidade e senso de parceria para atender ao pleito do Paysandu para transferir o jogo de domingo (7) para segunda, 20h (8). A mudança era extremamente importante para o clube. Jogamos domingo em Marabá. Voltamos para Belém de avião. Na segunda é folga (recuperação). Na terça treino e na quarta 9h de ônibus até Tucuruí. Na quinta é o jogo e sexta retorno com mais 9h de estrada. Sábado treino e no domingo jogo decisivo”, disse o presidente bicolor.

O presidente bicolor, o Paysandu teria apenas dois treinos em sete dias. A falta de opção de retorno de Tucuruí atrapalhou a sequência de preparação do Bicola.

“Nesse ritmo faríamos apenas dois treinos em sete dias, sendo justamente na fase final da competição. Sem contar o importante tempo que precisamos para recuperação dos atletas. Parte do problema se dá em razão dos imensos desafios logísticos do Campeonato. Ficamos sem opção de retorno aéreo de Tucuruí na sexta, o que nos facilitaria bastante. Nem mesmo por Marabá haveria opção de avião. Só restou a opção das 9h de ônibus e o inevitável desgaste na volta. Neste sentido, a transferência do jogo para segunda foi a melhor saída para compensar esse desgaste inevitável”, postou.

Fonte: https://www.oliberal.com/esportes/

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.