Com vacilo remista, Independente vence e abre vantagem na decisão do Parazão 2019

15/04/2019

Quase dez anos desde que entrou na Elite do futebol paraense, o Independente jamais tinha vencido o Remo em Belém e o tabu chegou ao fim em boa hora: o time de Tucuruí venceu o Leão neste domingo (14), no estádio Mangueirão e abriu vantagem na decisão do Campeonato Paraense de 2019.

VEJA COMO FOI O JOGO

As equipes enfrentaram uma forte chuva no inicio do jogo, o Independente contou com a sorte: aos seis minutos, o zagueiro Marcão tentou afastar o perigo e acabou jogando para a própria rede. Independente 1 a 0.

Com dez minutos, a chuva apertou e a iluminação foi acionada para acordar os jogadores. Somente aos 26 minutos, um lance de perigo e o Remo perdeu a chance do empate com Emerson Carioca, que chutou cruzado e a bola passou perto do gol. Ainda no primeiro tempo, Dedeco perdeu cara-a-acara com o goleiro, que contou com a poça d’água para evitar o gol.

O segundo tempo teve muitas emoções e elas começaram logo aos dois minutos: Daelson cruza após boa jogada e Vinicius faz boa defesa. O camisa 1 azulino ainda tomou um susto aos 28 minutos, quando Mocajuba chutou de longe e a bola passou com perigo.

Na única jogada de perigo do Remo, Edno cabeceou com perigo e Rédson fez bela defesa. Logo em seguida, Fazendinha chutou na entrada da área e Vinicius fez grande defesa.

O jogo começou a ficar indisciplinado e com várias faltas, o Remo teve um prejuízo para o segundo jogo: Echeverria agrediu o jogador do Independente e foi expulso aos 43 minutos do segundo tempo.

Com o fim da partida, a festa foi da torcida do Independente, que está a 90 minutos do título. O time de Tucuruí joga por um empate para erguer a taça e o Remo terá de vencer o jogo. Qualquer vitória simples, o título irá para as penalidades. Se o Leão vencer por dois gols de vantagem, a equipe remista levanta a taça de campeão.

O jogo da volta entre Remo X Independente será no próximo domingo (21), no estádio Mangueirão.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDENTE: Rédson; Daelson, Charles, Dedé e Mocajuba; Jarí, Chicão (Kabecinha), Renatinho e Araújo (Fazendinha); Tiago Mandí (Caça-Rato) e Joãozinho.

Técnico: Charles Guerreiro

REMO: Vinicius; Geovane, Keven, Marcão e Rafael Jansen; Djalma, Dedeco (Alex Sandro), Yuri e Douglas Packer; Emerson Carioca (Echeverria) e Gustavo Ramos (Edno).

Técnico: Márcio Fernandes

ÁRBITRO: Gustavo Ramos Melo

ASSISTENTES: Hélcio Araújo Neves e Rafael Ferreira Vieira

CARTÕES AMARELOS: Jarí, Charles e Daelson (IND); Emerson Carioca, Rafael Jansen, Marcão e Djalma (REM)

CARTÃO VERMELHO: Echeverria (REM)

LOCAL: estádio Olímpico do Pará, Mangueirão / Belém (PA)

(Diego Beckman/DOL)

Deixe uma resposta

Você precisar fazer login para comentar.